O DIA EM QUE MONARCO BATIZOU UM CAVACO EM PORTO VELHO - RO

 Por  Antônio Serpa do Amaral Filho

Bubu Johnson, Silvio Santos, o Zakatraka, Antonio Serpa, o Basinho, Carlinhos Maracanã, Monarco, Ênio Melo, Bainha e Orlando  -   foto Zola Xavier - 2008


O DIA EM QUE MONARCO BATIZOU UM CAVACO EM PVH! Foi numa tarde de final de abril de 2008 que o lendário sambista carioca aterrissou em Porto Velho, trazido pelas mãos de Beto Cézar. No saguão do aeroporto foi armada uma pequena batucada para recepcionar com muito carinho a reluzente joia da coroa portelense e do samba do Rio de Janeiro, sua Majestade, o rei dos morros e do asfalto, Monarco da Portela!

 Monarco  no aeroporto Jorge Teixeira em Porto Velho - RO - foto Zola Xavier  2008



Chegou sozinho, cheio de bom-humor e malandragem, humilde, risonho e feliz! Gostou da batucada puxada por Bainha, Sílvio Santos, Neguinho do Triângulo, Cristóvão, Beto Cezar, Carlinhos Maracanã, Ênio Melo e outras figuras! Não sabia, no entanto, que seria Padrinho de Batizado de um Cavaquinho rondoniense! Passados os momentos iniciais de canto e regozijo com o rei do samba, nós, eu e Zola Xavier da Silveira, sacamos a carta da manga e apresentamos ao ilustre visitante, rogando de ofício que ele batizasse o menino ali mesmo no aeroporto Jorge Teixeira! Monarco gostou da malandragem porto-velhense! Depois iríamos para o restaurante do Pedrão, Remanso do Tucunaré, onde uma suculenta caldeirada de tambaqui aguardava a todos!

Basinho, Carlinhos Maracanã e Monarco assinando o Termo de Batismo - foto Zola Xavier  2008



Depois iríamos para o restaurante do Pedrão, Remanso do Tucunaré, onde uma suculenta caldeirada de tambaqui aguardava a todos! Um tanto surpreso mas ao mesmo tempo condescendente com os sambistas karipunas, ele aceitou o mister pleiteado e batizou o cavaquinho, assinando no corpo do instrumento e no Termo de batismo, que dizia assim: Eu, Monarco da Portela, menestrel dos morros, nascido no berço do samba, fiel depositário juramentado da herança musical deixada por Noel Rosa e Cartola, Nélson Cavaquinho e Carlos Cachaça, Donga e Ismael Silva, e tantos outros grandes sambistas da vasta nação afro-ameríndia construída nos trópicos, este nosso Brasil dos grandes carnavais, invocando a bênção da Tia Ciata, Paulo da Portela, Chiquinha Gonzaga, Mãe Menininha do Gantois, Clementina de Jesus, Jovelina Pérola Negra, Paulinho da Viola, e toda a Velha Guarda da minha querida Portela, batizo solenemente este cavaquinho, pedindo a Deus que ele sirva de instrumento à voz do meu povo, à voz do samba, à voz do morro, à voz da gente que tem sede de pão e justiça social, à voz do cantor popular, que canta o amor e todas as riquezas espirituais da gente brasileira!


Monarco no tradicional Remanso do Tucunaré ladeado pelo Pedrão e sua esposa - foto Zola Xavier - 2008


Vai-se o homem, fica a fama! Ficam também o cavaco guardado no case e as fotografias eternizam os momentos e não nos deixam mentir! Os cariocas não sabem até hoje; todavia, esse conto de fada realmente aconteceu do vera na capital do antigo Território Federal do Guaporé! Monarco da Portela batizou uma criança de nome Rozini em Porto Velho! O menino já está com 13 anos de idade! Salve o Imortal Menestrel da Portela!!!!


Galeria de fotos:


Bubu Johnson, Silvio Santos, o Zekatraka, Basinho, Monarco e o Bainha -   foto Zola Xavier


Monarco no Remanso do Tucunaré, com Cristóvão Nascimento, Zola Xavier e o Bainha - 2008




Na mesa temos Beto Cezar, Cristóvão, Monarco e Bainha, Orlando e Zola em pé. - 2008


Aeroporto Jorge Teixeira: Silvio Santos, Bainha, Basinho, Monarco e Orlando - foto Zola Xavier

Aeroporto Jorge Teixeira,  Basinho, Monarco, Ênio Melo e Bainha - foto Zola Xavier



Comentários

  1. Incrível! Momento mágico! O ídolo da Portela, a maior escola do Rio de Janeiro, berço do samba, em Porto Velho! Parabéns, Zola!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas